Dia da Engenharia


Dia
Douglas Salles
Você sabia que na Faculdade Oswaldo Cruz os 2 primeiros anos dos cursos de Engenharia são unificados?

Sabemos que muitos jovens se sentem pressionados a escolher uma carreira tão cedo.

Pensando nisso, a Oswaldo Cruz mudou o formato de seus cursos de Engenharia. Nos primeiros anos o aluno tem contato com as disciplinas elementares e já consegue ter uma ideia da diferença entre cada uma das Engenharias.

O aluno pode entrar na Faculdade imaginando que sua vocação é lidar com grandes construções e pode acabar se apaixonando por tratamento de solo (Engenharia Civil e Ambiental) ou então entrar sonhando com aulas em laboratórios e acabar se envolvendo muito mais com técnicas de integração entre o administrativo e a produção (Engenharia Química e de Produção).

Ter essa possibilidade do contato com as diversas áreas para então seguir um caminho específico é algo que pode mudar toda a história de vida do aluno, ao se formar em um curso que se identifica acaba se transformando em um profissional melhor e mais eficaz, e tendo uma vida mais alegre e realizada!


ENGENHARIA CIVIL

A Engenharia Civil se mantém como uma das profissões mais promissoras dentro da economia brasileira, devido a quantidade de projetos de infraestrutura a serem realizados.

Para 2022, uma das áreas mais fortes, conforme diversas pesquisas e sites de recursos humanos, é a da construção civil.

Esse segmento tem carência de profissionais habilitados para cargos de gerência e liderança em grandes empresas.

O Engenheiro Civil tem uma atuação bastante ampla. O profissional pode projetar, gerenciar e executar obras como casas, edifícios, pontes, viadutos, estradas, barragens, portos, hidroelétricas, assim como analisar características do solo, estudar a insolação e da ventilação, definir tipos de fundação, planejamento de redes de instalações elétricas, hidráulicas e de saneamento das construções. Também compete ao engenheiro civil a escolha do material mais adequado para cada uma dessas situações.

Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança das edificações, calculando o impacto dos efeitos atmosféricos e a preservação do meio ambiente.


ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

O Engenheiro de Produção é o responsável pela integração entre a parte técnica e a administrativa de uma empresa, com o objetivo de aprimorar a qualidade dos produtos e otimizar a produtividade.

Além das disciplinas comuns à formação do engenheiro, outras como economia, administração geral, sociologia, contabilidade e administração da produção, habilitam este profissional a ter visão estratégica em relação às técnicas produtivas e atividades logísticas, financeiras e comerciais, que promovem a adequação da empresa ao cenário econômico do país ou ao cenário internacional.

Essa multidisciplinaridade amplia muito sua potencial área de atuação.

É possível trabalhar desde indústrias a prestadoras de serviços, empresas de seguros na avaliação de riscos ou mesmo no sistema bancário, avaliando a potencialidade de investimentos.


ENGENHARIA AMBIENTAL
A demanda por Engenheiros Ambientais no mercado de trabalho brasileiro cresce muito. Segundo especialistas, a pandemia acelerou movimentos de profissões ligadas à sustentabilidade.

O Engenheiro Ambiental tem como objetivo promover o desenvolvimento de tecnologias voltadas para o bem estar da sociedade, preservando o meio ambiente.
Atuando diretamente na proteção e racionalização dos recursos naturais, planejamento e gerenciamento ambiental, minimização e remediação de impactos ambientais causados pelo homem ou por eventos naturais, faz o controle da poluição e recuperação de áreas degradadas, cuida do tratamento de água, esgoto, lixo, drenagem urbana (enchentes), controle de vetores transmissores de doenças e da poluição atmosférica.

O curso tem caráter multidisciplinar, onde se destacam as áreas de biologia, química e aquelas próprias da engenharia, o que permite a este profissional atuação nos segmentos industrial, comercial e de serviços, bem como no desenvolvimento de processos que permitem a produção de tecnologias limpas, reduzindo e, mesmo eliminando, a produção de resíduos em benefício da população e do desenvolvimento auto–sustentável.

ENGENHARIA QUÍMICA

Compete ao engenheiro químico planejar, projetar e acompanhar a implantação de novas indústrias, por isso é um profissional muito requisitado.

É ele quem define a capacidade produtiva e os equipamentos necessários à operação industrial, sendo responsável também pelos estudos de viabilidade técnica e econômica do projeto.

O Engenheiro Químico é o responsável pelas atividades de controle dos processos industriais, rendimento nas operações e adequação entre recursos e produtividade, procurando sempre preservar o meio ambiente.

É responsável pela manutenção de equipamentos das instalações industriais e por pesquisas e desenvolvimento de novos produtos.

Estima–se que nove em cada 10 indústrias químicas brasileiras têm pelo menos um engenheiro formado pela Oswaldo Cruz. O índice de empregabilidade dos profissionais formados na FOC é muito alto, pois a indústria conhece e valoriza a qualidade do ensino.

Esse curso conta com muitas aulas práticas nos laboratórios da Faculdade, alguns deles são:

• Laboratório de Física
• Laboratório de Química Geral
• Laboratório de Química Inorgânica
• Laboratório de Química Orgânica
• Laboratório de Química Analítica
• Laboratório de Análise Instrumental
• Laboratório de Físico–Química
• Laboratório de Bioquímica Industrial
• Laboratório de Operações Unitárias e Fenômenos de Transporte
• Laboratório de informática com Simuladores de Processos

Publicado em: 11/04/2022 14:20:00 por: Mariana Amorim