Dra Alice Chasin é apontada como uma das pioneiras no desenvolvimento da toxicologia brasileira.


Histórias
Douglas Salles
Professora Dra Alice Chasin foi apontada pela “Brazilian Journal of medical and biological research” como uma das pioneiras no desenvolvimento da toxicologia brasileira.

A Coordenadora da área da Saúde do Centro de Pós–Graduação Oswaldo Cruz e docente do curso de Farmácia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas e Bioquímica (FCFB), Profª. Dra. Alice da Matta Chasin foi apontada pelo “Brazilian Journal of medical and biological research” como uma das pioneiras no desenvolvimento da toxicologia brasileira.

No artigo a Dra. Alice Chasin contou um pouco sobre sua história, desde sua infância, passando pela escolha de qual curso de graduação faria, sua paixão por biologia, e então quando descobriu a toxicologia, no curso de Farmácia.

Discorre também sobre alguns de seus momentos de crise no caminho até o doutorado, como por exemplo quando não encontrava um orientador que estivesse disponível para orientá–la em seu trabalho, posto que não poderia se dedicar apenas ao doutorado e deixar suas funções de perito que exercia no Estado de São Paulo. O Prof Dr Antônio Flávio Mídio entendeu esse impasse e se tornou seu orientador. Outras citações como por exemplo, quando estava em aula da pós, precisando buscar filhos na escola, e que configuravam situações de angústia mostram o (ainda hoje tão presente!) conflito entre a mulher que trabalha, estuda e é a mãe de família.

Essas passagens nos fazem pensar que na vida de todos existem momentos mais delicados, mas que ao superá–los, podemos continuar caminhando e alcançar nossas realizações e metas.

Um importante capítulo em sua vida foi o período em que passou estudando fora do Brasil na Universidade de Utah, nos Estados Unidos, onde trabalhou sob as orientações do Dr. Roger Foltz um profissional muito respeitado e que se tornou um verdadeiro “mentor de vida” não só por seus conhecimentos técnicos e científicos, como também por sua filosofia de vida onde o meio ambiente é nosso bem maior.

Dra. Alice nunca se sentiu preterida por ser mulher e não sentiu grandes dificuldades ao trabalhar no setor público ou privado. Embora, hoje perceba, que algumas vezes tenha sofrido discriminação de gênero, no momento do acontecido não teve a consciência disso.


Dra. Alice Aparecida da Matta Chasin é professora concursada de Toxicologia Forense na Academia de Polícia de São Paulo. Especialista em Análises de Drogas, título conferido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – Divisão de Narcóticos.
Participou de projetos de Drogas de Abuso, coordenados pelo NIDA (National Institute on Drug Abuse).
Foi presidente da Sociedade Brasileira de Toxicologia no biênio 2004–2005. É representante no Brasil do TIAFT (The International Asociation of Forensic Toxicologists), associação que possui o objetivo de promover a cooperação e a coordenação dos esforços entre os membros e incentivar a investigação em Toxicologia Forense. Coordena o curso de Análises Clínicas e Toxicológicas do Centro de Pós–Graduação Oswaldo Cruz.
Já ganhou 6 prêmios, publicou 54 artigos científicos, 8 livros e escreveu 20 capítulos de livros. É uma expert em abuso de drogas e um dos pilares da toxicologia forense.

Dra Alice é uma verdadeira inspiração para as novas gerações.

.
Clique aqui e acesse o artigo para ler na íntegra a história da Dra Alice Chasin e também de outras mulheres que têm grande destaque na ciência.

Publicado em: 20/09/2021 18:15:00 por: Mariana Amorim