Curso de Gestão Ambiental promove Projeto Lixo Eletrônico
Foto: Arquivo pessoal
Curso de Gestão Ambiental realiza Projeto Lixo Eletrônico

O curso de Gestão Ambiental da Faculdade de Tecnologia Oswaldo Cruz (FATEC) realizou, em março e abril deste ano, o “Projeto Lixo Eletrônico”. O trabalho consistiu na elaboração de folders por parte dos estudantes do curso abordando sobre a importância do descarte adequado do lixo eletrônico, os efeitos à saúde, danos ao meio ambiente, locais de coleta, dentre outros temas.

"O Projeto Lixo eletrônico, de ampla relevância educacional, foi conduzido pelos estudantes de Gestão Ambiental visando despertar na comunidade acadêmica e externa a importância de segregar do meio ambiente este tipo de material que contém metais pesados tóxicos, mas que podem ser reciclados e reintroduzidos novamente na cadeia produtiva", explica o coordenador do curso, Prof. Dr. Gílson Quinaglia.

Os trabalhos passaram por uma comissão julgadora composta por docentes do curso de Gestão Ambiental, que avaliaram obedecendo aos critérios de criatividade, originalidade, conteúdo e comunicação. O trabalho vencedor foi realizado em um grupo composto por cinco alunas, dentre elas Ana Carolina da Silva Oliveira e Nicoly Gaspar Fiore de Souza.

“O folder que elaboramos explicava o que é o lixo eletrônico, os perigos da destinação incorreta e as substâncias que são liberadas para o meio ambiente e para a saúde. Explicávamos o que fazer com o lixo eletrônico, como, por exemplo, utilizar o aparelho eletrônico ate o final da sua vida útil e arrumar os aparelhos que estão com defeitos se possível, a classificação dos lixos eletrônicos e os pontos de coletas”, explica a aluna Ana Carolina da Silva Oliveira.

O grupo vencedor realizou o trabalho em aproximadamente 15 dias. A divisão de tarefas entre os estudantes contemplou as considerações do lixo eletrônico, as causas que este lixo pode causar – como o chumbo que afeta o sistema nervoso –, os pontos de coleta e, por fim, uma das integrantes ficou responsável pelo designer do folder.

“O Projeto do Lixo Eletrônico veio com o intuito mesmo das pessoas pararem, refletirem sobre as consequências do que pode trazer a nossa saúde. Muitas pessoas ainda não sabem que existem pontos de coleta para esses materiais e acabam destinando junto aos resíduos de casa”, destaca a aluna Nicoly Gaspar Fiore de Souza.

Os folders elaborados pelo grupo vencedor foram entregues nas proximidades das Faculdades Oswaldo Cruz, nas entradas de todos os prédios da instituição de ensino, em comércios próximos e também no metrô Marechal Deodoro. “Foi uma honra ter o nosso trabalho como vencedor, não apenas vencedor, mas sendo divulgado, passar uma informação tão importante para as pessoas que ao menos tinham noção da importância que é fazer um descarte correto. Além de estarmos ajudando o meio ambiente, nós estamos ajudando a população evitando certos tipos de doenças causadas por todo material decompostos pelos lixos eletrônicos. Estamos gratas a essa oportunidade de oferecermos o nosso folder para as pessoas”, aponta a estudante Nicoly.







  Publicado em: 11/06/2019  por: Egidio Oliveira  
Comentários
em: 12/06/2019 08:15:08
1) Parabéns pela iniciativa. Minha sugestão é que, aproveitando a questão da sustentabilidade, transformem o folder desenvolvido em folder eletrônico para divulgação nas redes sociais, assim todos terão acesso à informação.
Profa. Sara Gonçalves
 
Comentário *  caracteres
Atenção: No final do comentário coloque seu nome e e-mail.


Digite o número acima

      

Unidade Barra Funda

Rua Brigadeiro Galvão, nº 540 - Barra Funda
São Paulo - SP - CEP 01151-000
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3824-3660 - Fax.: (11) 3824-3660


Unidade Angélica

Avenida Angélica, nº 352 - Santa Cecília
São Paulo - SP - CEP 01228-000
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro e
Santa Cecília - Tel.: (11) 3825-8344

Redes Sociais

Selos Institucionais

Selo IES Socialmente Responsável Conselho Regional de Química