Alunos de Química Industrial realizam visita técnica à Unipar–Carbocloro
Foto: Juliana Izidoro
Alunos de Química Industrial visitam a Unipar-Carbocloro

Os alunos do quarto ano de Química Industrial das Faculdades Oswaldo Cruz realizaram no dia 01 de novembro uma visita técnica as instalações da Indústria Unipar–Carbocloro, localizada no pólo industrial de Cubatão, em São Paulo. A atividade foi organizada pela Profa. Dra. Juliana Izidoro, que ministra as aulas na disciplina de Processos Industriais Inorgânicos, e teve por objetivo apresentar o processo eletrolítico de produção de cloro (Cl2) e soda cáustica (NaOH) a partir de sal, água e energia elétrica.

A docente Juliana Izidoro explica que a fabricação do cloro e da soda cáustica é uma das atividades econômicas mais importantes no mundo, realizada pelas chamadas ‘indústrias químicas pesadas’, e tem diversos consumidores, como, por exemplo, indústrias de papel e celulose, química e petroquímica, alumínio, construção civil, sabões e detergentes, têxtil, metalúrgica, tratamento de água, etc.

“O objetivo dessa visita foi complementar a aula teórica sobre o Processo de Produção de Cloro e Soda Cáustica, anteriormente ministrada durante o segundo semestre do curso, e que consta no Plano de Ensino da disciplina”, destaca a Profa. Dra. Juliana Izidoro. “Além de observar o processo de produção na própria planta industrial, os alunos tiveram a oportunidade de visitar a sala de controle e observar como são realizados a instrumentação e controle de cada etapa do processo", acrescenta.

"Foi muito interessante ver a dimensão dos diferentes equipamentos usados nessa atividade industrial"

A Unipar–Carbocloro utiliza as três tecnologias de eletrólise de salmoura disponíveis atualmente no mercado: Tecnologia de Diafragma, Mercúrio e Membrana, responsáveis pela produção do gás cloro, do gás hidrogênio e do hidróxido de sódio líquido. Outros produtos como ácido clorídrico, dicloroetano, hipoclorito de sódio, e soda cáustica em escamas são obtidos a partir de diferentes conversões químicas entre os produtos principais e diversas operações unitárias.

"Além de observar na prática o processo cloro–soda, foi muito interessante ver a dimensão dos diferentes equipamentos usados nessa atividade industrial, o que não é possível, por exemplo, em uma aula teórica", analisa o aluno de Química Industrial, Agnaldo Veronezi, sobre a importância da visita técnica. “Foi muito interessante perceber que uma indústria química do porte da Carbocloro pode conviver em harmonia com a fauna e a flora do entorno, pois a indústria está inserida em uma grande área verde, que é preservada por meio de programas de preservação ambiental”.

Durante a visita, os alunos puderam observar todas as etapas do processo de produção, que se inicia com o preparo e tratamento de uma solução aquosa de cloreto de sódio (salmoura), eletrólise nas chamadas "cubas eletrolíticas" e o encaminhamento de cada um dos produtos das cubas para áreas específicas de processamento industrial. “Acredito que visitas técnicas desse tipo sejam essenciais para a formação dos alunos do curso de Química Industrial", constata Agnaldo Veronezi.

  Publicado em: 05/11/2014  por: Egidio Oliveira  
Comentários
em: 07/11/2014 17:50:16
1) Profa Juliana

Uma ótima iniciativa de sua parte, que com certeza os alunos souberam aproveitar.

Profa Elizabeth Brotto.
 
Comentário *  caracteres
Atenção: No final do comentário coloque seu nome e e-mail.


Digite o número acima

      

Unidade Barra Funda

Rua Brigadeiro Galvão, nº 540 - Barra Funda
São Paulo - SP - CEP 01151-000
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3824-3660 - Fax.: (11) 3824-3660


Unidade Angélica

Avenida Angélica, nº 352 - Santa Cecília
São Paulo - SP - CEP 01228-000
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro e
Santa Cecília - Tel.: (11) 3825-8344

Redes Sociais

Selos Institucionais

Selo IES Socialmente Responsável Conselho Regional de Química