Institucional Graduação Fale conosco
Home Cursos Cursos Fora da Sede Central do Aluno  
   
Notícia
Tamanho da letra    
FOC e ISIC criam parceria e lançam um programa inédito de qualificação para o mercado da beleza

As Faculdades Oswaldo Cruz (FOC) fecharam uma parceira com o Instituto Schulman de Investigação Cientifica (ISIC), e criaram projeto de curso de Pós–Graduação em Cosmetologia Estética em 5 dimensões

Foto: Arquivo Pessoal
Dr. Marcelo Schulman, diretor do ISIC e da Vita Derm
 

As Faculdades Oswaldo Cruz (FOC) fecharam uma parceira com o Instituto Schulman de Investigação Cientifica (ISIC), uma entidade cujo objetivo é se tornar referência mundial para outros centros de pesquisas, intercambiando e divulgando conhecimentos entre universidades, faculdades, escolas, profissionais e alunos ligados às áreas de saúde e estética. A parceria tem por objetivo criar um curso de Pós–Graduação em Estética Cosmética: da pesquisa à aplicabilidade, um programa inédito de qualificação voltado para profissionais do mercado da beleza, uma indústria em constante expansão no Brasil e no mundo com foco em educação, pesquisa ciência e tecnologia.

O acordo foi assinado pelo Dr. Marcelo Schulman, diretor do ISIC e da Vita Derm e pelo Sr. Carlos Eduardo Quirino, diretor geral das FOC. Segundo os diretores, a formação de profissionais qualificados só ocorre sob a premissa de um modelo de educação inovador. “Esses 100 anos de Oswaldo Cruz foram uma construção desse conceito, de que só se faz educação, em primeiro lugar, com profissionais competentes, e em segundo lugar, com muita convicção e seriedade. Nós queremos contribuir para a capacitação do mercado, porque estética no nosso entendimento é coisa séria, pois lida com a saúde fisiológica e psicológica das pessoas. E deve ser conduzida por profissionais competentes e com produtos de qualidade”, orientou o Sr. Carlos Eduardo.

O ISIC por sua vez, é uma instituição de estudos científicos diferenciada apoiada por uma empresa de cosméticos, a Vita Derm, que neste ano completa 30 anos oferece produtos e serviços da área de beleza. “A Vita Derm e o ISIC tiveram a coragem de se associar a uma escola para criar um programa de qualificação. Para nós, isso é algo bastante inovador, pois não se trata de uma empresa que se limita apenas a produzir bons produtos e auferir lucro. Ela quer contribuir com o mercado e isso demostra a responsabilidade social da marca que é o campo de atuação das instituições de ensino. Nós não somos nada além de agentes sociais, escola não é agente econômico, é agente social e disso algumas escolas precisavam se lembrar sempre”, declarou o diretor das FOC.

Formando da primeira turma de Farmácia

De acordo com o Dr. Marcelo, ex–aluno formado pela primeira turma de Farmácia das FOC, não poderia haver melhor reencontro com a instituição onde se formou e onde foi colaborador. “Sou egresso da primeira turma do curso de Farmácia. Fui colaborador do professor Davi Ackerman, nesta instituição e na USP onde ele, também, era o titular da disciplina. Agora, após alguns anos, voltei a me encontrar com as Faculdades Oswaldo Cruz e com a área de Ciências Farmacêuticas”.

Ainda segundo Schulman, “por meio do nosso Instituto de Pesquisa (ISIC), com o apoio da Vita Derm, temos a oportunidade de criar e realizar uma nova proposta de curso com as Faculdades Oswaldo Cruz com seus 100 anos de ensino pedagógico, e a Vita Derm, lidando com o mercado da indústria da beleza e o ISIC lidando com o mercado da pesquisa. Essa conjunção de competências potencializa o trabalho num só objetivo”

Para o Diretor das FOC, também “é uma enorme satisfação ter um ex–aluno da casa como parceiro, pois não existe julgamento mais sincero e mais rigoroso que aquele vindo de um ex–aluno. Além disso, há uma grande afinidade de propósitos. Eu costumo dizer que: quando se administra uma instituição de ensino, se administra acima de tudo, uma grande retórica. O compromisso que nós temos com o estudante que está se graduando é tão grande, ou maior, que o compromisso que nós temos com todos os egressos. A cada ano de trabalho, é necessário lembrar que aqui já se formaram 20, 30, 40, 50 turmas de um mesmo curso. O prestígio dos diplomas que foram emitidos há 30 ou 40 anos atrás está intimamente ligado ao prestígio e a qualidade do profissional que está se formando hoje e assim sucessivamente”.

Crescimento em progressão geométrica

Ainda segundo o Sr. Carlos Eduardo, “nesta linha de raciocínio, alguns mercados surgiram nos últimos 30 ou 40 anos. A sociedade é extremamente dinâmica em termos de comportamento, mas acima de tudo, os serviços e a tecnologia provocaram, e provocam grandes mudanças de valores, havendo inclusive, a necessidade de adaptação a esses valores. Há 40 anos a palavra informática nem existia. Há 30 anos nem existia a palavra Internet. A indústria da estética cresceu vertiginosamente e ainda cresce em progressão geométrica. Eu me lembro de que no início dos anos 90 falava–se de índices de crescimento de 10% ao ano. Porém, toda essa indústria da cosmética demanda de boas práticas, demanda profissionais qualificados, de produtos bem elaborados”.

De acordo com dados divulgados este ano pelo Instituto de Pesquisas Euromonitor, o Brasil já ocupa a terceira posição no ranking mundial do mercado cosmético. Em 2005, o país já havia superado dois grandes mercados, a Alemanha e a Inglaterra. Em 2010, um ranking elaborado pelas associações afiliadas a IFSCC (International Federation of Societies of Cosmetics Chemists) (instituição presidida pelo professor Dr. Jadir Nunes, coordenador do curso de Curso Superior de Tecnologia em Cosméticos da FOC), apontavam que o país estava em 4º lugar no ranking internacional, atrás do Japão, dos Estados Unidos e da França. Na época, já contava com aproximadamente 2,8 milhões de profissionais atuando na área da beleza, e que somente naquele ano, havia criado quase 300.000 empregos e faturou 27,5 bilhões de reais. Este ano com as vendas na casa de US$ 18,2 bilhões (preço ao consumidor), superou também o mercado francês, perdendo apenas para o Japão e os EUA.

Pesquisa aponta que ainda é preciso melhorar

Porém, ainda é preciso melhorar. Segundo informações levantadas pela professora Rose Ghachache, titular da disciplina de Marketing em Cosméticos do curso de Pós–Graduação em Cosmetologia das Faculdades Oswaldo Cruz, em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), o Brasil possui atualmente 2.392 empresas que atuam no mercado, mas apenas 20 dessas indústrias são de grande porte, com faturamento líquido acima dos R$ 100 milhões. Desta forma é preciso fomentar o crescimento do grande montante de empresas do setor que ainda buscam a excelência, inovação e principalmente alinhamento com o mercado.

Para o Sr. Carlos Eduardo, “ao longo dos últimos anos vimos muitas indústrias nascerem e alcançarem sucesso, mas por causa de pequenas falhas de procedimentos de produção quase encerraram suas atividades. Nesse sentido, o que motivou as Faculdades Oswaldo Cruz com seus 100 anos de história a se associar a Vita Derm, com mais de 30 anos, e um instituto de pesquisa, ISIC, é o propósito de qualificação de profissionais, de produtos, pesquisa de novas matérias primas, e novos procedimentos. É isso que nos encanta. Das muitas propostas que recebemos ao longo dos anos, é o fato de que quem está por trás dessa indústria é um ex–aluno da casa, que conhece os nossos padrões éticos e morais. Além disso, o histórico da Vita Derm nos leva a crer que podemos contribuir ainda mais para a capacitação do mercado”, concluiu o diretor.

  Publicado em: 17/02/2014  por: Ricardo Mirão  
Comentário *  caracteres

Digite o número acima

    
Serviços
Biblioteca e Periódicos
Central do Aluno
Manual do Aluno
Publicações Acadêmicas
Solicitação de Carteirinha SPTrans
Taxas Escolares
Trabalho de Conclusão de Curso

Notícias

Centro de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Oswaldo Cruz - Fone: 3824-3660 - e-mail
Central de Relacionamento: Rua Brigadeiro Galvão, nº 540 – Prédio II
8º Andar - Cep: 01151-000 - Barra Funda - São Paulo - SP