Institucional | Imprensa | Mapa do site | Localização | Fale Conosco
Cursos de graduação das Faculdades Oswaldo Cruz Cursos do Centro de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Oswaldo Cruz Ensino Médio e Cursos Técnicos do Colégio Oswaldo Cruz Processo Seletivo
Engenharia Ambiental
Área: Engenharias
Turno de Funcionamento
Matutino e Noturno
Carga Horária Total
3613 horas
Duração do curso
5  Anos
Reconhecimento
Autorizado pela Portaria Nº1.931/2001. Reconhecido pela Portaria Nº 774, de 25/10/2006. Renovação de Reconhecimento – Processo e–MEC nº 201216506.
Mensalidade referente ao ano letivo de 2014: R$ 1.185,00.*
A instituição mantem uma politica de desconto para pagamento antecipados.Valor da mensalidade com desconto para pagamento até o dia 01 de cada mês:R$ 1.125,75.Estudantes bolsistas ou participantes de programas de convênios não são beneficiados com desconto por antecipação.
Apresentação
O curso forma profissionais que promovem o desenvolvimento de tecnologias voltadas para o bem estar da sociedade, preservando o meio ambiente. Ele atua diretamente na proteção e racionalização dos recursos naturais; planejamento e gerenciamento ambiental; minimização e remediação de impactos ambientais causados pelo homem ou por eventos naturais. Faz o controle da poluição e recuperação de áreas degradadas. Cuida do tratamento de água, esgoto, lixo, drenagem urbana (enchentes), controle de vetores transmissores de doenças e da poluição atmosférica. O caráter multidisciplinar do curso, onde se destacam as áreas de biologia, química e aquelas próprias da engenharia, permite a este profissional atuação nos segmentos industrial, comercial e de serviços, bem como no desenvolvimento de processos que permitem a produção de tecnologias limpas, reduzindo e, mesmo eliminando, a produção de resíduos em benefício da população e do desenvolvimento auto–sustentável.
Informações Gerais
Os alunos formados poderão requerer registro no CRQ –Conselho Regional de Química, recebendo as atribuições relativas ao curso e/ou registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura – CREA. Estágio obrigatório.
Informações Técnicas
1. A partir da 1ª série, o estudante deverá cumprir, no mínimo, 120 (cento e vinte) horas de Atividades Complementares, que abrangerão as modalidades regulamentadas pelo CONSEPE desta IES, visando ao aprimoramento de sua formação profissional; cabendo–lhe, todavia, comprová–las junto ao Coordenador para fins de assentamentos acadêmicos.

2. O estudante poderá cursar optativamente a disciplina Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), com carga horária mínima de 40 (quarenta) horas, que será oferecida por esta Instituição de Ensino Superior em horários alternativos ao longo do curso. Caso o estudante opte por cursá–la, essa disciplina será, então, incluída como componente curricular em seu Histórico Escolar e sua carga horária será deduzida do total daquela destinada às Atividades Complementares.

3. O estudante poderá realizar, a partir do segundo semestre da 1ª série, estágio de prática profissional, de caráter optativo, visando adquirir experiências que sejam pertinentes às áreas de conhecimento e de atuação abrangidas pelo curso. Contudo, na 5ª série, o estudante deverá cumprir, obrigatoriamente, 160 (cento e sessenta) horas de Estágio Supervisionado em setores das áreas supracitadas. Em ambos os casos, o estudante deverá ser acompanhado no desenvolvimento dessas atividades por professor designado para tal fim e redigir os relatórios que lhe forem solicitados para os devidos assentamentos junto à Secretaria Geral, conforme preconizam o Regulamento de Estágios desta IES e a legislação pertinente.
O estágio de caráter optativo poderá ser aproveitado como parte das Atividades Complementares previstas no Projeto Pedagógico do Curso, bem como poderá, eventualmente e a critério do Colegiado do Curso, completar a carga horária prevista para o estágio de caráter obrigatório.

4. Na 5ª série, o estudante, a título de Iniciação Científica, deverá, obrigatoriamente, elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso que apresente procedimentos científicos na análise de um problema específico da área de conhecimento do curso, preferencialmente baseado em experiências profissionais por ele vivenciadas. Pela elaboração desse trabalho poderão ser atribuídas ao estudante, a título de Atividades Complementares, até 40 (quarenta) horas daquele total, de acordo com o parecer exarado pelo Professor Orientador e/ou Coordenador do Curso.

5. O período de integralização do curso é de, no mínimo, 5 (cinco) anos e, no máximo, de 8 (oito) anos.



Coordenação
Márcia Freire dos Reis Gorny - Doutora
E-mail para o coordenador
Curriculum
Bióloga. Mestre em Biotecnologia Industrial. Dra.em Biotecnologia Ambiental. Professora da Oswaldo cruz desde 2003, onde ministra disciplinas na graduação em Engenharia Ambiental (Prevenção da Poluição e Remediação e Introdução à Poluição)e Química Bacharelado (Quimica Ambiental). Também ministra aulas na Pós graduação em Gestão Ambiental (Biorremediadores e bindicadores, Analise Integrada e Recuperação de áreas degradadas) e novos cursos de Pós Graduação em Quimica Ambiental e Biotecnologia na FOC.
Professora no SENAC–São José dos Campos e UNIARARAS, onde ministra as disciplinas de Fundamentos de controle e prevenção da poluição, Biorremediação de áreas contaminadas e Ecotoxicologia.
Foi coordenadora do curso de Engenharia Ambiental nas Faculdades Oswlado Cruz e Atualmente responsável por projetos na área de Meio Ambiente/ Industria na GEASANEVITA Engenharia e Meio Ambiente.
  
Achados e Perdidos | WebMail | Área Administrativa | Política de Privacidade | Equipe Web | Trabalhe Conosco

IES Socialmente Responsável
Faculdades Oswaldo Cruz
Rua Brigadeiro Galvão, 540 - Barra Funda - São Paulo - SP
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3824-3660 - Fax.: (11) 3824-3660 - CEP 01151-000

Colégio e Escola Técnica Oswaldo Cruz
Av. Angelica, 352 - Santa Cecília - São Paulo - SP
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3825-8344 - CEP 01228-000

 


© Copyright Faculdades Oswaldo Cruz 2002-2013. Todos os direitos reservados.
Os conteúdos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores, não refletindo, necessariamente, a opinião da instituição.