Institucional | Imprensa | Mapa do site | Localização | Fale Conosco
Cursos de graduação das Faculdades Oswaldo Cruz Cursos do Centro de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Oswaldo Cruz Ensino Médio e Cursos Técnicos do Colégio Oswaldo Cruz Processo Seletivo
Pós–Graduação e Núcleo de Extensão da Oswaldo Cruz oferecem cursos de LIBRAS
Foto: Ricardo Mirão
Professor Cristian Rogério Moroni

O Centro de Pós–Graduação e o Núcleo de Extensão Universitária do Grupo Oswaldo Cruz oferecerão, a partir do próximo mês de agosto, os cursos de Pós–Graduação em Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS) e o curso de extensão de LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais (Básico), em resposta a demanda de mercado por profissionais qualificados e a lei número 12.319/10 (sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva no ano de 2010), que regulamenta a profissão de tradutor e intérprete da segunda língua oficial do país.

A lei (12.319/10) determina que, para exercer a atividade, o profissional precisa ter nível médio e certificado de curso profissionalizante, de extensão universitária ou de formação continuada promovido por instituição de ensino superior ou entidades credenciadas por Secretarias de Educação. Em resposta às recomendações já em 2010, a FOC passou a oferecer o primeiro módulo do Curso de extensão em LIBRAS entre os dias 02 de outubro e 18 de dezembro daquele ano.

A coordenação dos cursos será gerida pelo professor Cristian Rogério Moroni, um dos maiores especialista em educação inclusiva e defensor do princípio democrático da educação para todos. É especialista em Intérprete de LIBRAS pela Universidade da Cidade de São Paulo (UNICID), proficiência em LIBRAS pelo SENAC–SP. Possui titulação de Intérprete de LIBRAS pelo In LIBRAS. Possui também, especialização em Braille e Tópicos Avançados em LIBRAS Tátil pela UNICAMP–SP. Especialização em Gestão e Educação Ambiental; Especialista em Docência do Ensino Superior e Especialista em Psicopedagogia pela Faculdade Anhanguera.

Cristian, que atualmente é professor de Libras nos cursos de Graduação, Pós–Graduação e Extensão da FOC, docente de Pedagogia e Letras na Faculdade Anhanguera, Faculdades Integradas de Ciências Humanas, Saúde e Educação de Guarulhos e em Ensino a Distância na UNICID, afirma que por conta da grande demanda não consegue dar conta de todos os convites de trabalho que lhe são oferecidos.

“...Não falta trabalho”

“Hoje existe um campo de atuação enorme para o curso de Libras, não falta trabalho. Eu trabalho de segunda a sábado em cinco faculdades e não estou dando conta, isso só seria possível se eu passar a trabalhar de madrugada e aos domingos. Eu costumo dizer que a minha profissão é Libras”, explicou o docente, que é filho de pais surdos (ambos profissionais da área da saúde, o pai é médico na área de pesquisa e a mãe é psicóloga) e que por essa razão acessou a todo um contexto de educação para deficientes auditivos onde já acumula mais de 12 anos de experiência profissional.

A demanda apontada pelo professor Cristian encontra respaldo no último Censo Demográfico, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), voltado a pessoas com problemas relacionados à surdez, realizado no ano 2000. Com base nos resultados na época, identificou–se que só no Brasil havia em torno de 5.750.800 pessoas com algum tipo de deficiência auditiva. Sendo que, entre elas, 519.460 tinham até 17 anos de idade e 276.884 possuíam entre 18 e 24 anos. Portanto, dentro da idade escolar básica e superior.

Segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), em 2010, foi constatado que no Brasil existem mais de 6 milhões de surdos, dos quais 65,6 mil já estão formalmente inseridos no mercado de trabalho. Com o crescente número de pessoas contratadas, as empresas passaram a valorizar o trabalho desenvolvido pelos tradutores e intérpretes de Libras, especialistas bilíngues que usa seu conhecimento para mediar conversas entre deficientes auditivos, as empresas e a sociedade como um todo, nas mais diversas situações.

“É importante que o profissional de RH tenha conhecimento de Libras”

“Hoje existem intérpretes trabalhando nos departamentos de Recursos Humanos das empresas, porque a inclusão precisa ser estimulada, é preciso cada vez mais abrir as portas das empresas para todas as pessoas incluindo o deficiente auditivo e demais portadores de outras deficiências. Num caso de entrevista com uma pessoa surda, quem ficará encarregado de realizar essa entrevista? Por essa razão é importante que o profissional de RH tenha conhecimento de Libras”, exemplificou o docente da Oswaldo Cruz.

“As pessoas ainda não se deram conta de quão essa especialidade é importante. Só na grande São Paulo existem cerca de 4 mil pessoas que apresentam algum problema de audição. Faltam profissionais no mercado, e os que existem são aqueles que fazem um curso básico e depois param. Libras é uma língua como qualquer outra, se você não pratica você esquece”, frisou Cristian.

Os rendimentos obtidos por profissionais da área também são expressivos. Hora–aula (h/a) para professores que lecionam em cursos de LIBRAS não sai por menos de R$ 350,00. “A minha hora como interprete é em torno de R$ 550,00. Já quando sou convidado para palestrar não cobro menos de R$ 5.000,00 por uma palestra de 4 horas. Essa é rentabilidade normal de um bom profissional, ele pode viver disso se assim desejar. Hoje a hora do interprete não sai por menos de R$ 350,00 por 50 minutos de aula de acordo com a legislação, descreveu o professor Cristian.

“Ainda são poucas as instituições de ensino superior que aplicam cursos de extensão voltados para essa área”

Apesar disso, em 2010, ainda são poucas as instituições de ensino superior que aplicam cursos de extensão voltados para essa área. “Nós fizemos uma pesquisa e apenas mais duas faculdades oferecem o curso de Libras como curso de Extensão Universitária”, comparou o professor André Santos, coordenador do Núcleo de Extensão Universitária (NEXT), das Faculdades Oswaldo Cruz.

O NEXT oferecerá concomitantemente ao curso de Pós–Graduação de 416 horas (que supre todas as orientações da lei 12.319/10), um curso de 20 horas “será uma porta de entrada para o público interessado. É uma boa oportunidade de descobrir quão essa área é importante e gostosa de trabalhar e, além disso, os alunos saíram desse curso alfabetizados”, explicou o professor Cristian.

Ainda segundo ele, o curso de Pós “vai trabalhar com mais de 5.000 verbetes, que na verdade são gestos. A ideia é fazer com que o aluno saia daqui não só com a parte teorizada, mas muito mais com a parte prática. Na primeira aula o aluno já sairá falando através de gestos. Além disso, também, vamos desenvolver a capacidade de leitura labial dos alunos, porque é uma habilidade concomitante para a comunicação do deficiente auditivo”.

A LIBRAS ainda é uma incógnita para muitos brasileiros, muitas pessoas acham que quem apresenta dificuldades auditivas se comunica por meio de uma versão em mímica da Língua Portuguesa, o fato é que desde dezembro de 2005, quando o ex–presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assinou o Decreto regulamenta a Lei, n.º 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais, e o art. 18 da Lei n.º 10.098, de 19 de dezembro de 2000. “A LIBRAS passou a ser a segunda língua oficial do Brasil, mas algumas pessoas pensam que na verdade é o inglês, mas não é. A Libras possui estrutura e regras particulares, e é uma língua diferente não só do Português como também das línguas de sinais praticadas em outros países, mas existe grande familiaridade entre elas”, enfatizou Cristian.

  Publicado em: 21/06/2012  por: Ricardo Mirão  
Comentários
em: 27/11/2012 18:34:59
1) PARABÉNS! TAMBÉM GOSTEI MUITO DA MATÉRIA E GOSTARIA DE OBTER INFORMAÇÕES DE COMO FAZER O CURSO DE LIBRAS. FICAREI MUITO FELIZ SE FOR ATENDIDA. POIS MEU DESEJO SEMPRE FOI DE TRABALHAR COM CRIANÇAS OU PESSOAS ESPECIAIS,E CREIO E ACREDITO QUE DEUS JA ESTA ABENÇOANDO PARA QUE ISSO ACONTEÇA. QUE DEUS TE PROTEJA. HERCILIA

hercilia.hercili@bol.com.br
 
em: 26/11/2012 21:13:23
2) Já trabalho com surdos a 5 anos, sempre me voluntarei para tudo em relação a eles, hoje sou intérprete de libras remunerada e também dou aulas, quero ampliar meus conhecimentos quais são os horarios da Pós? como posso fazer um curso de qualidade?ERIKA KAREN
ka.klibras@gmail.com
 
em: 26/06/2012 18:51:45
3) Parabéns pela matéria,também acredito que todo e qualquer empreendimento que visa à Inclusão só terá bons frutos quando o diferente for aceito como parte integrante e indissolúvel do ser humano. Te adoro Cristian. Com carinho marileide.s@terra.com.br
 
em: 23/06/2012 10:25:57
4) O Curso de Especialização em Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS) estará contribuindo para a valorização e qualificação dos profissionais envolvidos na Educação Especial, atendendo assim as necessidades essenciais para que o ensino seja ministrado com base no princípio de igualdade de condições de acesso e até mesmo na permanência na escola – UMA ESCOLA DE TODOS PARA TODOS.

Prof. André Santos / Núcleo de Extensão Universitária – Next
 
em: 22/06/2012 16:54:51
5) Importante curso para a formação de professores e também para os profissionais de RH das empresas!
 
em: 22/06/2012 16:50:28
6) Complementando as informações: trata–se de um curso de especialização lato sensu para profissionais licenciados e Graduados nas diversas áreas do conhecimento Informações com a Pós graduação telefone: 3824–3660 rama: 3970 / 3971.
 
Comentário *  caracteres
Atenção: No final do comentário coloque seu nome e e-mail.


Digite o número acima

      
Achados e Perdidos | WebMail | Área Administrativa | Política de Privacidade | Equipe Web | Trabalhe Conosco

IES Socialmente Responsável
Faculdades Oswaldo Cruz
Rua Brigadeiro Galvão, 540 - Barra Funda - São Paulo - SP
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3824-3660 - Fax.: (11) 3824-3660 - CEP 01151-000

Colégio e Escola Técnica Oswaldo Cruz
Av. Angelica, 352 - Santa Cecília - São Paulo - SP
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3825-8344 - CEP 01228-000

 


© Copyright Faculdades Oswaldo Cruz 2002-2013. Todos os direitos reservados.
Os conteúdos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores, não refletindo, necessariamente, a opinião da instituição.

Pós-Graduação Oswaldo Cruz - Inscrições Abertas
Outras Notícias
X Semana de Tecnologia conta com 13 palestras e exposições de trabalhos dos alunos
23/10/2014
Suspensão das Atividades – Eleições 2014
23/10/2014
Professoras da ESQ participam do I Fórum de Ensino Superior da Área Química
22/10/2014
Oswaldo Cruz promove SIPAT 2014
20/10/2014
Aluno de Engenharia Ambiental participará de Congresso Brasileiro de Meteorologia
13/10/2014
Diretor de Farmácia concede entrevista para a Revista ABCFARMA
13/10/2014
Curso de Administração recebe três estrelas do Guia do Estudante 2014
13/10/2014
Alunos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas realizam visita técnica à área de TI do HC
13/10/2014
Especialistas em meio ambiente ministram palestras para alunos de Gestão Ambiental
10/10/2014
Alunos da Pós–Graduação em Perfumaria recebem órgão do perfumista
08/10/2014