Institucional | Imprensa | Mapa do site | Localização | Fale Conosco
Cursos de graduação das Faculdades Oswaldo CruzCursos do Centro de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Oswaldo CruzEnsino Médio e Cursos Técnicos do Colégio Oswaldo CruzProcesso Seletivo
12 de maio – Dia Mundial do Enfermeiro

12 de maio – Dia Mundial do Enfermeiro
Amanhã, dia 12 de maio, comemora–se o Dia do Enfermeiro. Parabéns aos docentes e discentes do curso de Enfermagem das Faculdades Oswaldo Cruz – FOC e todos os profissionais da área.

Em comemoração à data, a instituição de ensino superior promove a partir da próxima terça–feira, dia 15 de maio, a II Semana da Enfermagem – 2012, que contará com diversas atividades destinadas à comunidade, aos alunos e ao corpo docente. Entre a programação destaca–se a Inauguração do Laboratório de Semiologia e Semiotécnica de Enfermagem. Confira aqui a programação na integra.

Entenda como surgiu a comemoração da data

A comemoração do Dia do Enfermeiro surge em homenagem a Florence Nightingale, nascida em 12 de Maio 1820, na cidade de Florença, Itália. Porém, sua nacionalidade é britânica (filhas de ingleses) e foi na Inglaterra, mais precisamente em Londres que a enfermeira deu vazão à sua obra dedicada a caridade. A enfermeira entrou para a história por ser pioneira no tratamento de feridos em combate durante a Guerra da Criméia, um conflito que se estendeu entre os anos de 1853 e 1856, na península de mesmo nome, localizada no sul da Rússia e que transformou em oponentes o Império Russo e a coligação integrada pelo Reino Unido, França, Turquia e Piemonte–Sardenha, região que hoje faz parte da atual Itália.

Ficou conhecida na história pelo apelido de "A dama da lâmpada" (simbologia utilizada no material de divulgação do evento na FOC), pelo fato de servir–se deste instrumento para iluminação durante os cuidados que dispensava aos feridos, à noite. Também ficou conhecida pelos seus métodos baseados no modelo biomédico, semelhante à medicina praticada pelos médicos. Em 1859, fundou a primeira escola de Enfermagem em um hospital inglês.

Quando tomou a decisão de se tornar enfermeira, no ano de 1845, teve que enfrentar a desaprovação e o rompimento com sua família. Sua mãe foi quem mais se desagradou com sua decisão. Nessa época, o papel de enfermeira costumava ser exercido por mulheres ajudantes em hospitais ou acompanhando os exércitos.

Sistema de manutenção de registros

Enquanto esteve na Turquia Florence Nightingale coletou dados e organizou um sistema de manutenção de registros que utilizou como ferramenta para melhorar as condições dos hospitais civis e militares. Seu conhecimento matemático foi útil para se valer das informações coletadas para o cálculo das taxas de mortalidade nos hospitais. Estes cálculos mostravam que uma melhoria nas condições sanitárias resultaria num decréscimo no número de mortes. Já em fevereiro de 1855 as taxas de mortalidade caíram de 60% pra 42,7%.

No retorno a Londres, em agosto de 1856, quatro meses após a assinatura do tratado de paz, Florence descobriu que os soldados durante os tempos de paz, com idades variando de 20 a 35 anos, tinham uma taxa de mortalidade que era o dobro da dos civis. Utilizando, estas estatísticas, ela mostrou a necessidade de uma reforma nas condições sanitárias de todos os hospitais militares.

O Brasil também tem a sua pioneira – Anna Nery

O Brasil também tem a sua Florence Nightingale, conhecida como Anna Justina Ferreira Nery, nascida a 13 de dezembro de 1814 em Cachoeira, na Bahia, é tida como a pioneira brasileira da enfermagem, e assim como F. Nightingale, também entrou para a história por ser a pioneira no tratamento de feridos em combate, mas neste caso a Guerra do Paraguai, considerado o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul.

Ana foi casada com o capitão–de–fragata Isidoro Antônio Nery (morto em 1843). Quando o conflito armado teve início em dezembro de 1864, Ana solicitou autorização ao então presidente da província da Bahia, o conselheiro Manuel Pinho de Sousa Dantas, para acompanhar os filhos e o irmão o major Maurício Ferreira, com a intenção de prestar serviços nos hospitais do Rio Grande do Sul. Deferido o pedido, foi incorporada ao décimo batalhão de voluntários, como enfermeira em agosto de 1865. Durante todo o período do conflito, prestou serviços ininterruptamente em diversos e viu um de seus filhos ser morto em batalha.

Após o termino da guerra, regressa à sua cidade natal, onde é recebida como heroina e muitas homenagens, entre elas, o governo imperial lhe confere a Medalha Geral de Campanha e a Medalha Humanitária de primeira classe, uma das maiores honrrarias nacionais. Ana Faleceu no Rio de Janeiro aos 66 anos de idade. Mesmo a pós a sua morte passoua a receber varios reconhecimentos entre eles Getúlio Vargas, no ano de 1938, assinou o Decreto n.º 2.956, que instituía o "Dia do Enfermeiro", a ser celebrado a 12 de maio, e instituindo que nessa data também se deveriam ser prestadas homenagens especiais à memória de Anna Nery.
  Publicado em: 11/05/2012  por: Ricardo Mirão  
Comentários
em: 11/05/2012 21:51:17
1) Parabéns aos docentes e discentes do curso de Enfermagem das Faculdades Oswaldo Cruz – FOC e todos os profissionais da área. Em especial a todos os docentes do curso de enfermagem, realmente não tenho nenhuma dúvida com relação a competência dos docentes muito obrigado mesmo por dar toda esta qualidade de ensino, Acreditem este será o melhor curso de enfermagem do Brasil PARABÉNS DOCENTES.

Fabio Leandro de Campos.
 
em: 11/05/2012 21:41:01
2) A Enfermagem é uma arte; e para realizá–la como arte, requer uma devoção tão exclusiva, um preparo tão rigoroso, quanto a obra de qualquer pintor ou escultor; pois o que é tratar da tela morta ou do frio mármore comparado ao tratar do corpo vivo, o templo do espírito de Deus? É uma das artes; poder–se–ia dizer, a mais bela das artes!
 
em: 11/05/2012 21:24:40
3) Parabéns ao professor Arthur e equipe pela interessante maneira de comemorar data tão importante para a profissão. Adoramos a performance!!!
Realmente, o texto elaborado pelo Ricardo está extremamente ilustrativo sobre história da Enfermagem no mundo e no Brasil!
Abraços
Profa Alice Chasin (alice.chasin@oswaldocruz.br)
 
em: 11/05/2012 18:56:29
4) Belo texto Mirão!
A Semana da Enfermagem termina em 20 de maio, data de falecimento de Anna Nery.
 
Comentário *  caracteres
Atenção: No final do comentário coloque seu nome e e-mail.


Digite o número acima

      
Achados e Perdidos | WebMail | Área Administrativa | Política de Privacidade | Equipe Web | Trabalhe Conosco

IES Socialmente Responsável
Faculdades Oswaldo Cruz
Rua Brigadeiro Galvão, 540 - Barra Funda - São Paulo - SP
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3824-3660 - Fax.: (11) 3824-3660 - CEP 01151-000

Colégio e Escola Técnica Oswaldo Cruz
Av. Angelica, 352 - Santa Cecília - São Paulo - SP
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3825-8344 - CEP 01228-000

 


© Copyright Faculdades Oswaldo Cruz 2002-2013. Todos os direitos reservados.
Os conteúdos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores, não refletindo, necessariamente, a opinião da instituição.

Pós-Graduação Oswaldo Cruz - Inscrições Abertas
Outras Notícias
ENADE 2014 – Confira a lista de cursos que deverão participar do exame
04/07/2014
Recesso Acadêmico e Férias Escolares – Julho de 2014
02/07/2014
Formanda de Engenharia Química é laureada com o Prêmio CREA de Formação Profissional
01/07/2014
Coordenação de alimentos promove degustação de produtos inéditos desenvolvidos por alunos
01/07/2014
Alterações no sistema de atendimento da Receita Escolar
26/06/2014
NEXT abre inscrições para cursos de férias na área de cosmetologia
18/06/2014
Alunos da ESQ e de Bacharelado em Química participam do IX Seminário sobre Reciclagem da POLI–USP
18/06/2014
Cursos Técnicos – matrículas para o segundo semestre de 2014
11/06/2014
MEC define novos prazos para aditamento de contratos de financiamento
10/06/2014
Professora de Farmácia fala sobre a nova regulamentação dos fitoterápicos ao Portal do CRF
10/06/2014