LONDRES– 2012 Olimpíadas da Sustentabilidade – Um exemplo a ser seguido
Foto: Marielza Kato
Professores Lincoln e Kátia de Educação Física

Em Londres, os preparativos para 2012 são uma lição não só para o Brasil, mas para qualquer país que pretende sediar um evento deste porte.

A organização quer que os jogos de 2012 sejam “os mais verdes” de todos, com foco em gerenciamento de energia, pouco desperdício e impacto mínimo na biodiversidade. O Centro de Energia do evento tem design sustentável e flexível; utiliza tecnologias de biomassa que reduzem a emissão de gás carbônico.

O comitê organizador tem seis parceiros de sustentabilidade, um deles desenvolveu uma rede que maximiza a reutilização de materiais, minimizando o desperdício. Por exemplo, cabos de cobre e fibra instalados para os jogos serão reutilizados, entre outras maneiras, nas casas que serão construídas após as competições.

Começando pelo bairro Stratford que era uma região quase esquecida de Londres com periferia sem estrutura digna dessa cidade inglesa, houve revitalização e foi transformado no "umbigo das Olimpíadas 2012".

Para transformar essa região foram necessários derrubar alguns prédios e deste ponto começa a “valiosa lição”, 97% do entulho foram reutilizados ou reciclados para as novas construções. Além de tudo isso, a grande cereja do bolo é um espaço que receberá as “amigas magrelas” (bicicletas) da sustentabilidade: o velódromo.

Projetado pelo escritório inglês Hopkins Architects, o estádio receberá as provas de ciclismo indoor, sendo considerado um dos espaços mais sustentáveis do evento. Construído com aço moldado e revestido com madeira sustentável, a estrutura do velódromo possui pequenas aberturas, que facilitam a ventilação natural. Já no telhado, clarabóias posicionadas estrategicamente diminuem o uso de iluminação artificial, além dos sistemas de aquecimento e ventilação, desenvolvidos para atender diversas exigências ambientais.

A arena, que abrigará os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de basquete em 2012, na cidade de Londres, foi erguida dentro dos padrões de construções sustentáveis. A quarta obra a ser concluída possui 35 metros de altura, 115 mil metros de largura e tem capacidade para 12 mil pessoas.

Outra e, certamente, a maior ambição inglesa para as Olimpíadas é a criação do Parque Olímpico Rainha Elizabeth, que antes mesmo do início da sua construção passou por um processo de testes no solo, para detectar possíveis contaminações a serem extintas. Alguns dos objetivos são expandir a área e transformá–lo no maior parque da Grã–Bretanha, criar 15 km de ciclovias, calçadas e redes viárias.

E ainda... Hoje em dia, alguns países europeus já estão unindo os benefícios da atividade física e toda energia que ela produz em algo verdadeiramente útil para o mundo. Algumas academias estão utilizando o trabalho que seus clientes produzem nas esteiras e bicicletas para geração e armazenamento de energia elétrica. Já imaginou o quanto de energia é produzida e desperdiçada nas academias pelo mundo? Principalmente no período onde sustentabilidade e educação ambiental são temas importantes para qualquer ser humano com bom senso, criar fontes limpas de geração de energia é um dos grandes desafios desse século.

Tendo por base o contexto dos Jogos Olímpicos – 2012, levantamos propostas de trabalho para os alunos do Ensino Médio a serem desenvolvidas na área de Educação Física. Estão vinculadas ao eixo temático do projeto pedagógico – 2012 que comemora o Ano Internacional da Energia Sustentável Para todos e das Cooperativas. São elas:

– Relacionar a importância da atividade física às questões ambientais.
– Valorizar a conscientização ambiental.
– Ampliar a compreensão da relação do esporte e sustentabilidade.
– Conhecer novos meios de reciclar e reutilizar materiais usados em áreas e praças esportivas.
– Evitar a degradação ambiental em locais onde ocorrem as práticas esportivas.
– Conhecer novas formas de armazenamento de energia produzida a partir da atividade física.
– Valorizar e seguir exemplos apresentados para as Olimpíadas de Londres – 2012 visando o bom senso e a sustentabilidade.

Prof. Lincoln Tadeu Cavalaro de Almeida Paula e Profa Kátia Tomanik Diamante, de Educação Física

  Publicado em: 28/02/2012  por: Marielza Faria Kato  
      

Unidade Barra Funda

Rua Brigadeiro Galvão, nº 540 - Barra Funda
São Paulo - SP - CEP 01151-000
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro
Tel.: (11) 3824-3660 - Fax.: (11) 3824-3660


Unidade Angélica

Avenida Angélica, nº 352 - Santa Cecília
São Paulo - SP - CEP 01228-000
Próximo ao Metrô Marechal Deodoro e
Santa Cecília - Tel.: (11) 3825-8344

Redes Sociais

Selos Institucionais

Selo IES Socialmente Responsável