Foto: Jefferson Xavier
Ciclo de palestras de Economia "Conversas de Economia Aplicada"
Primeira edição do Conversas de Economia Aplicada 2012

Amanhã, dia 03 de maio, será realizada a primeira edição da atividade “Conversas de Economia Aplicada – 2012”. O encontro que será realizado no Auditório Boulevard, a partir das 21h, terá como tema: “Analisando as teorias econômicas na atual crise econômica” e contará como os palestrantes professor Clóvis Costa, coordenador do curso de Economia e docente da disciplina de Elaboração Monográfica, e o professor Guilherme Neves, docente da disciplina de História do Pensamento Econômico do também do curso de Economia, das Faculdades Oswaldo Cruz.

Conversas de Economia Aplicada é uma iniciativa do curso de Economia das Faculdades Oswaldo Cruz e é parte integrante das atividades curriculares da disciplina de Economia Aplicada, ministrada para o quarto ano do curso. Os objetivos da desta disciplina é propiciar ao aluno um entendimento sobre a integração entre teoria e a análise da realidade, a partir da utilização dos instrumentos da política econômica, e também desenvolver a compreensão dos seus efeitos nos indicadores de Conjuntura.

O tema “Analisando as teorias econômicas na atual crise econômica” sugere uma análise dos critérios que permeiam a economia partir do lançamento, em 1776, da Riqueza das Nações de Adam Smith, que mudou a compreensão sobre o processo econômico radicalmente tornando possível novas questões econômicas, que, por sua vez, acompanham o próprio desenvolvimento da sociedade. Eventos como a Revolução Industrial e a Grande Depressão de 29 são alguns dos exemplos a serem analisados.

“Muitas das situações econômicas atuais podem ser explicadas a partir das análises econômicas de períodos passados. Neste sentido os desafios impostos pela atual crise econômica podem ser analisados a partir de revisões das teorias passadas. Por exemplo, a ideia de capital humano que foi discutida por John Stuart Mill (séc 19), foi retomada e amplamente difundida no final do século 20. Como retratado por Jacob Oser a história do pensamento econômico se move em espirais”, aponta o coordenador do projeto “Conversas de Economia Aplicada”, professor Sandro Cano.

Sandro Cano explica ainda que se formou ao longo dos séculos as escolas de pensamento econômico e seus seguidores–Clássicos, Marginalistas, Marxistas, Keynesianos e tantas outros, que estão interligados ainda que seus pensamentos sejam antagônicos. “Embora parte da discussão acadêmica atual esteja focada sobre o que é Economia e o retorno da Economia às suas origens, algumas análises efetuadas durante o processo de desenvolvimento do pensamento econômico persistem para se compreender a economia contemporânea. Portanto, as análises e evidências que os economistas geraram durante décadas podem fornecer uma direção para o movimento econômico atual”, declarou o professor Sandro.

Publicado por: Ricardo Mirão  em: 02/05/2012